Informações sobre os Florais Mãe Terra: http://floraismaeterra.webnode.com.br/

domingo, 13 de outubro de 2013

EXCELÊNCIA PROFISSIONAL E MERCADO DE TRABALHO – PARTE 3

Palestra ministrada por Katia Regina Tapia Pereira, presidente da SPFLOR
I Simpósio dos Terapeutas Florais do Estado de São Paulo
8 e 9 de junho de 2013

PARTE 3


A ampla diversificação de uso que as essências conscienciais permitem, bem como o seu potencial de levar bem-estar e transformação positiva, começam a ser reconhecidos a partir da experimentação e comprovação.
O tradicional tratamento de ambientes ganha cada vez mais adeptos. Em spas e salões de beleza essências são aspergidas visando manifestar a autoestima; comerciantes apostam nas essências com padrões conscienciais consonantes com progresso e prosperidade; escritórios, nos florais que controlam o estresse; indústrias, nos que aguçam a atenção; escolas, nos que facilitam o aprendizado.
Vemos a indicação e o uso prático das essências serem incorporados pelas mais diferentes áreas como facilitadores de qualidades específicas. Mesmo este tipo de ação não sendo considerada, a rigor, como “terapia floral”, ele é muitas vezes orientado por um terapeuta floral, que nesses casos deve estar muito atento às questões éticas que esta prática envolve.
Profissionais de outras atividades buscam capacitação em Terapia Floral, a fim de usar seus recursos de forma complementar e como diferencial nos serviços que oferecem. Um exemplo seria o oferecido pela “Typoo – Atelier Escola de Maquiagem”, dedicada à formação de profissionais em estética e beleza, a qual desenvolve um projeto que visa capacitar no uso das Essências Florais os mais variados profissionais da área, habilitando-os para o atendimento personalizado aos clientes de seus estabelecimentos.
Na pesquisa, elaboração e confecção de produtos temos desde químicos, farmacêuticos, engenheiros de alimentos até cozinheiros ou artesãos, todos buscando se inteirar sobre as possibilidades de emprego destas essências em suas fórmulas e produtos.  Muitos também fazem uso efetivo dos florais em suas atividades, tais como educadores, psicopedagogos, treinadores esportivos, assistentes sociais, profissionais de recursos humanos ou jardinagem.


São do conhecimento geral os benefícios que tais essências trazem para a saúde dos seres vivos, seja na sua conquista, manutenção ou prevenção de distúrbios. Cada vez mais vemos profissionais da área de saúde como médicos, veterinários, psicólogos, nutricionistas, fonoaudiólogos, pesquisando sua atuação, muitas vezes assessorados por um terapeuta floral que faz as indicações.
Enfermeiros, cirurgiões dentistas, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais já utilizam os florais com o aval de seus conselhos federais, desde que devidamente capacitados. Outros profissionais são habilitados durante sua própria formação, como os naturólogos e os naturopatas. Existem mesmo aqueles que complementam sua formação terapêutica com cursos de florais, como acontece com outros profissionais das terapias integrativas, complementares e tradicionais.
Contudo, se até há pouco tempo eram os profissionais de outras formações que buscavam as potencialidades destas essências e da sua terapêutica, hoje vemos o crescente  interesse dos terapeutas florais em atuar em áreas diferentes do usual atendimento em consultório, levando o benefício dos florais a um mercado não tão novo, mas que está em uma fase de abertura bastante favorável.
Acompanhamos o crescente desenvolvimento da “consultoria em Terapia Floral”, serviço que requer primeiro a conquista da expertise, do pleno domínio sobre a própria atividade e, depois, pesquisa aprofundada nas especificidades próprias à área na qual se quer atuar. Muitas vezes se fazendo necessário considerar novas habilitações profissionais e certo investimento financeiro.
Outro exemplo interessante é o dos terapeutas florais que se capacitam em coaching, para levar tratamento ou treinamento a empresas e profissionais que buscam sucesso e desenvolvimento de potenciais. Continua...

Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário